© 2017 Todos os direitos reservados.

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

 

O QUE COMPÕE O PROJETO DE DESIGN DE INTERIORES

     Começamos pelo estudo do layout, cada um dos ambientes, suas funções, a posição, tamanho e quantidade dos móveis. Detalhamos os pontos de elétrica, com tomada, rede, antena, telefone, automação, ar-condicionado e tudo mais que demandar infraestrutura. Também é estudado os pontos de iluminação, o forro e seus detalhes, o piso, tanto o material como a paginação, qualquer detalhe como uma janela. A parte de revestimentos de banheiros, como pastilhas, nichos, bancadas, etc. Na parte de marcenaria também, tanto na planejada quanto na customizada. Em resumo, o projeto desenha tudo e todas as especificações, como por exemplo, a cor da parede. Tudo isso visando a precisão nos orçamentos e principalmente a execução.

BRIEFING

     Trata-se de uma entrevista, onde vamos conhecer melhor o que o nosso cliente deseja, quais são as suas necessidades e suas expectativas em relação ao ambiente que será projetado.

Esta parte é de suma importância, pois resultará nos primeiros estudos do projeto.

     Nem sempre o cliente sabe especificar o que ele quer, às vezes ele diz querer uma casa bonita, ou um espaço funcional. Nós vamos a fundo buscando compreender as coisas que são importantes para a pessoa, suas referências, seus costumes, seus gostos. É quase um trabalho de psicologia.

     Essa etapa é feita mediante uma reunião presencial ou até mesmo através de um bate papo virtual. Podendo também ser enviado questionários com perguntas mais objetivas e pertinentes, além do levantamento físico e fotográfico do ambiente.

Levantamento Métrico (medição)

Para dar início em um projeto é preciso ter em mãos as plantas, dimensionamento e imagens do espaço no qual o projeto será feito.

     Esta é a fase onde iremos até o local da obra e fazer todo detalhamento dos espaços, ou no caso de projeto a distância, é onde o cliente nos envia com nosso auxílio, as medidas, fotos e vídeos do ambiente a ser projetado. Aqui entram as medidas exatas de todos os ambientes, estruturas existentes, levantamento de instalações (elétrica, hidráulica, gás, ar condicionado, telefonia, TV), esquadrias, situação geral da edificação (se necessita de reparos/reforço/restauro), área permeáveis, externas, enfim, tudo que se faz necessário para projetar espaços mais eficazes, práticos e funcionais.

ESTUDO PRELIMINAR

     É onde já temos um conceito sobre o projeto, realizando croquis para estudar a melhor proposta para apresentar ao cliente, levando em consideração a medição que fizemos e o briefing realizado.

É importante também entender mais precisamente o cliente, suas necessidades, seu sonho. Solicitar referências dele como fotos, etc.

Anteprojeto

     Etapa de materialização, pegar o sonho do cliente e trazer para um desenho mais executável, refinando o desenho. Determinamos com um pouco mais de realidade tudo o que nos foi solicitado.

     É onde o projeto começa a pegar formas.

     Estaremos realizando desenhos para estudar a melhor proposta para apresentar. O produto gerado dessa etapa será: planta baixa com layout e perspectiva quando necessário possibilitando a visualização da proposta.

Pode haver mais de uma opção para o mesmo local, cabendo ao cliente escolher aquela que mais lhe agrada. Quando o cliente não se satisfaz por completo com nenhuma solução apresentada, podem ser feitas até três alterações descartando ou adaptando os anteriores e ele é apresentado novamente ao cliente para que projeto esteja completamente de acordo com o gosto e as necessidades dele.

 

PROJETO

     Após a aprovação do layout do anteprojeto, onde a ideia e a proposta do projeto foram aceitas e aprovadas pelo cliente, é hora de colocar a imaginação em prática e desenvolver o projeto bem detalhado para visualização do cliente. Nesta etapa são feitos os ambientes em imagens 3D, com todos os móveis, cores, revestimentos, decoração, enfim, todas sugestões para o cliente de forma que ele possa ver exatamente como ficará o projeto e as soluções encontradas para os ambientes. Para que ele tenha uma percepção mais realista de como tudo ficará e verá se realmente as ideias e soluções propostas são aquilo que ele espera. Além das imagens 3D, também é apresentada uma planta baixa com medidas e algumas informações importantes para que o cliente tenha noção de espaço. Podem ser apresentados cortes e elevações, que são as vistas de cada parede, móvel e espaço com os detalhes do projeto, como se o cliente pudesse olhar de frente para cada detalhe. Nesta fase são especificados o projeto de mobiliário, decoração, as sugestões de acabamento, iluminação, cores, tecidos, gesso, piso, objetos decorativos, dentre outros aspectos do projeto, que começam a ser definidos.

Realizado este projeto, é feita a apresentação formal ao cliente para que ele possa analisar tudo e ver se aprova ou não todos os itens

     A partir da total aprovação desta etapa do projeto podemos partir para a última parte onde tudo será minuciosamente detalhado.

PROJETO EXECUTIVO

     Essa etapa é bem técnica e nela deve estar tudo definido e validado pelo cliente. Nela consta todas as informações técnicas necessárias e de seus elementos, assim como o caderno de especificação.

     O projeto executivo não precisa, necessariamente, ser apenas um. Este projeto é o detalhamento técnico que fazemos para o nosso marceneiro, gesseiro, eletricista ou assentador de piso. Ou seja, não é um projeto que será apresentado para o cliente. Só será apresentado ou entregue ao cliente, no caso dele não realizar o acompanhamento e execução da obra conosco.

     Nesta fase devemos realizar, quando necessário, os seguintes projetos:

     * Planta baixa cotada

     * Planta com layout cotado e com tabela de especificação de mobiliário

     * Planta a demolir e construir

     * Planta de iluminação

     * Planta de Gesso

     * Planta de paginação de piso e revestimentos

     * Planta de pontos elétricos, interruptores, posicionamento de ar condicionado

     * Planta de pontos de hidráulica

     * Vistas de todos os ambientes com suas especificações e cotas

     * Cortes dos ambientes para a compreensão dos níveis de forros e piso

     * Detalhamentos de gesso

     * Detalhamento de marcenaria

     * Detalhamento de marmoraria

     * Especificação técnica dos materiais

     * Memorial descritivo

     * Imagens dos ambientes